segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Segredinhos atras da porta

Fonte: http://decor.boonthegoshow.com
O espaço atrás das portas é, em geral, perdido, não é mesmo?

Como, nos dias de hoje, os espaços nas casas e apartamentos estão cada vez mais reduzidos, cada centímetro bem aproveitado é um ganho e tanto na hora de organizar as coisas.

Um marceneiro bom, ou mesmo se você tem alguma habilidade com madeira pode ser a solução, com essa ideia genial: um armário móvel fixado na parte posterior da porta, da largura exata do vão, pode acomodar os estoques de produtos de higiene no banheiro, de forma inteligente.

Basicamente é uma caixa, com prateleiras, e fixada com dobradiças.

É uma excelente ideia para banheiros de suítes!

sábado, 28 de janeiro de 2017

Faça você mesma: Porta-anéis

Fonte: https://www.brilio.net
Se as suas joias e bijuterias vivem bagunçadas e, na hora que você procura, não encontra nada, esse passo a passo de DIY de uma bandeja porta-anéis, como as das lojas de bijuterias e joalherias, que pode ser bem útil na organização de suas preciosas peças!

Você vai precisar de uma caixa de papelão firme, espuma, estilete e cola quente.

Depois, é só seguir os passos na imagem, e você vai ter um estojo bem bacana para organizar seus anéis.

Corta a espuma do tamanho certinho da caixa, com o estilete, na medida do comprimento, e em tiras regulares, dividindo a largura da caixa em partes iguais.

É nesses cortes que serão colocados os anéis.

Encaixa na base de papelão e, por segurança, fixa a espuma com um pouco de cola quente no fundo da caixa.

Se você tiver muitas peças, ou faz uma caixa grande, ou várias menores, e aproveita e separa as bijuterias por tipo, estilo, uso, enfim, o modo que melhor atender às suas necessidades.

Se a caixa tiver tampa, melhor ainda para guardar nas gavetas!


quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Roupa de cama personalizada: fronhas de algodão

Fonte: Ju Sampaio©
Eu gosto muito de ter, na cama, vários travesseiros.

Em geral uso quatro de tamanho convencional (70 X 50 cm), mais um "de corpo" (1,40 m X 0,40 cm), que acomoda a coluna.

Como as fronhas compradas não me agradam muito, seja pelo tecido, seja pela estampa, eu geralmente faço minhas próprias fronhas, com tecidos 100% algodão e combinando entre si, para compor como eu quiser, com lençóis sempre lisos, em geral brancos.

Essa foi a "produção" dessas férias: 12 fronhas novinhas!

Se você quiser tentar fazer as suas, é só seguir o esqueminha de costura a seguir.


quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Clareando...

Fonte: http://www.balancasbordon.com.br
Como acontece com todo mundo, os 'paninhos' da nossa vida (toalhas, lençóis, panos-de-prato etc.) andavam meio amarelados, bem típico do lava-e-usa de todo dia, em que a gente coloca tudo na máquina, depois no secador e fim, tá lá usando novamente.

Mas as roupas vão mostrando sinais desse uso todo. Vão amarelando, "encardindo" mesmo e, de repente, aquele jogo de lençóis de algodão lindo e branquinho, já não está mais tão branquinho assim...

As toalhas, do mesmo modo, por mais que você tenha cuidados, com uso dos produtos de pré-lavagens, vão ganhando manchas e os panos de prato, idem, vão amarelando com o uso. Cloro, alvejantes, sabão, amaciantes e mesmo o suor... tudo isso vai impregnando os tecidos e chega uma hora que, ou você joga tudo fora, e compra novos, ou tem que agir.

Como dindim não anda nascendo no quintal, melhor que jogar fora, é cuidar!

O que fazer?

Ontem comprei um balde de alumínio bem grande (20l) e, antes de dormir, coloquei no fogão com água, bicarbonato de sódio e vinagre. Quando ferveu, coloquei dentro a roupa amarelada (fronhas, principalmente), mergulhando bem, com a ajuda de uma colher de pau bem grande, de cabo longo.

Apaguei o fogo e deixei lá até hoje, depois do almoço, quando enxaguei tudo e coloquei na máquina para lavar com sabão de coco em pó, no ciclo completo. Pendurei na corda bem esticadinho e, no fim da tarde já estava tudo seco e, olha, lindinho de branquinho!

Amanhã eu passo tudo e, pronto, mais uma temporada de usos se inicia!

E o balde? Vai acomodar latinhas de cerveja no próximo churrasco! :-D

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Culinária cardio friendly: Organização do tempo & alimentação


O que me motiva a escrever, hoje, é, exatamente, a experiência do dia: equacionar os compromissos com uma alimentação bacana. Como digo sempre, cada postagem da "Culinária cardio friendly" não tem nenhuma ideia de ser "modelo", só reflete minhas escolhas alimentares que sejam "amigas do coração".

Em 2012 tive um infarto e, desde então, algumas mudanças ocorreram na minha alimentação. Necessárias, sim, mas sempre buscando manter o prazer de comer, coisa que, para mim, é essencial!

O dia de hoje foi intenso! Sim, comecinho de ano, férias, e já 'no pique'? Mas é que, justamente porque estou de férias no trabalho, que aproveito o tempo 'livre' para resolver pendências particulares e domésticas! Sim, sim... Bem na linha 'descansar carregando pedras', que diziam nossas avós... :-D

Manhã e parte da tarde passei no Poupa Tempo, resolvendo probleminhas de documentação do carro: licenciamento, IPVA, DPVAT etc., e, de tarde, eu dei uma 'geral' nos "cama-mesa-e-banho" daqui de casa.

O trabalho foi grande e, embora valha a pena, e me deixe bem feliz o resultado, o jantar ficou 'comprometido', porque eu já estava bem cansada no fim do dia. Mas cansaço não pode ser desculpa para comer 'porcarias', né? E assim, saiu um macarrãozinho supimpa, com atum, brócolis e cenouras.

Usei uma lata de atum em água, e um pacote de vegetais congelados. Fervi uma panela grande de água e pouco sal e, antes de cozinhar a massa, coloquei os vegetais para descongelar. Escorri os vegetais e, na mesma água, cozinhei a massa (OBS: massa fica soltinha quando é cozida em muita água!). Enquanto a massa cozinhava, numa outra panela, cloquei meia xícara de azeite, o atum, uma colher de sopa de alho tostado e os vegetais descongelados. No fogo baixinho, o azeite esquentou e envolveu tudo e, assim que a massa ficou 'al dente', escorri e misturei tudo. Por cima, pimenta do reino preta, moída na hora, e queijo ralado.

Olha que lindo que ficou!
By Ju Sampaio - 2017
Lindo, gostoso, leve e saudável! ;-)


OBS: Minhas comidas são cardio friendly, procurando reduzir gorduras animais e sódio. Esse não é um blog de culinária nem de nutrição e, assim, nem sempre haverá receitas, só o modo como fiz. Não me preocupa EM NADA o número de calorias. Se você não consegue olhar para uma imagem de comida sem pensar em calorias, procure ajuda de um psicólogo com urgência! :-D

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

♫♩♫♭♪♯♬♮ Hoje é o dia dos Santos REIS! ♪♩♪♯♫♩♫♭

Então... é hoje mesmo, 6 de janeiro, dia de Santos Reis!
"[...] segundo a tradição cristã, seria aquele em que Jesus Cristo recém-nascido recebera a visita de "alguns magos do oriente" (Mateus 2:1) que, segundo o hagiológio, foram três Reis Magos, e que ocorrera no dia 6 de janeiro. A noite do dia 5 de janeiro e madrugada do dia 6 é conhecida como "Noite de Reis". (Wikipedia)" 


Aproveite a tradição e prepare ai um belo Bolo de Reis... :-D

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Crianças em casa?

As férias chegaram e as crianças estão agitadas e, sempre, com "fominha de gulodices"?

Olha que ideia mais lindinha, e fácil, que pode inclusive virar uma gostosa brincadeira!

Você vai precisar de casquinhas de sorvete, biscoitos e o brigadeiro deve ser molinho, e estar num saco de confeitar, para facilitar. Se não tiver um saco de confeitar, um saco plástico simples, com um cortinho no cantinho, faz a mesma função!

Divirtam-se e bom apetite! :-D


quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Guirlanda

Fonte: http://followthecolours.com.br
Tem crianças em casa?

Peça ajuda delas para montar esta guirlanda de Natal para enfeitar a casa.

Use uma base de isopor, que pode ser comprada em lojas de material para artesanato; palitos, para esperar as jujubas no isopor e uma fita larga para dar o acabamento com um laço lindo, que também vai servir para pendurar a guirlanda na porta de entrada da sua casa.

Assim, quando as visitas chegarem, já podem degustar um docinho!

Mas, olha, uma dica: compre muitas jujubas, mas muitas mesmo!

Vai ser difícil a garotada resistir e não comer muitas delas enquanto faz o trabalho! :-D

domingo, 25 de setembro de 2016

Canecas.

Eu amo canecas! Adoro mesmo. Acho divertidas e, na vida prática, muito úteis. Como eu tomo café o dia todo, e gosto de muito café, prefiro as canecas às xicrinhas.

Tanto compro, quanto ganho muitas canecas. Isso porque, como os amigos sabem que gosto, sempre que vêem alguma "diferentona" lembram de mim, e me dão de presente.

Quando comprei minha casa, esta que eu moro, decidi que tudo aqui teria "a minha cara", com muita cor e alegria, porque gosto de ambientes alegres e coloridos. Assim, decidi que minhas amadas canecas ficariam expostas e comecei a procurar alternativas para expôr as peças de um modo bacana.

A mais óbvia de todas foi instalar suportes embaixo das prateleira externa do armário da cozinha.

Foto do arquivo da autora.
Neste lugar ficam as canecas de uso diário.
Mas ainda havia canecas, e eu fiquei "matutando" como expôr minhas peças e ainda decorar a cozinha.

Quando morei numa outra casa, havia comprado este móvel para fazer a pia do lavabo. Eu havia trazido a cuba e a torneira douradas dos EUA, numa viagem (Ahhhhh! Bem anos 80 com seus 'dourados mil', né? hehehe Pois é... Modas!), e encontrei, na época, depois de pesquisar muuuuuito, um móvel pequeno e charmoso para instalar as peças.

Mas substituí o tampo do móvel por uma pedra de granito, como pode ser visto na imagem.

Foto do arquivo da autora.
A imagem não está muito nítida, pois recortei o detalhe de uma foto maior, mas é possível ver bem o móvel, com o tampo feito com a pedra de granito e a pia dourada instalada nele.

Bom, assim, o tampo desse móvel ficou encostado por anos! Mudanças outras vieram, e ele lá, firme e forte, guardado dentre as minhas "tralhas" que "um dia vão servir para alguma coisa".

Enfim, pesquisando na internet ideias para o meu porta-canecas atual, encontrei coisas bem legais. Vejam abaixo, no fim do post, vou deixar algumas ideias, para inspirar você ai também, ok?

A maioria absoluta das ideias é usar prateleiras, de diversos tamanhos e formatos. Mas eu não tenho espaço na cozinha suficiente para mais prateleiras, e queria algo diferente.

Ai, dentre as muitas possibilidades, o que mais me agradou foram os painéis, como este:

Fonte: http://blogremobilia.com
Achei lindo, pela simplicidade de ser um painel de madeira, com ganchos, e só! Além de mostrar a beleza das canecas, e suas formas diferentes, fica fácil de pegar e usar cada uma delas.

Foi então que me lembrei do tampo do móvel!

Fiz uma pátina em amarelo (porque adoro amarelo e a maior parte das coisas da minha cozinha é nessa cor), um acabamento em tinta ouro velho, e decorei com umas sobras de papel de parede que eu tinha, que foram do meu quarto, na mesma casa da pia ai acima (Sim, eu guardo sobras de papel de parede... Na verdade, guardo "de um tudo"! Sou "tralheira" sempre! hehe), instalei os ganchos e ficou assim meu painel porta-canecas!

Foto de arquivo da autora.
Detalhe: a primeira, de cima, da esquerda, fui eu quem pitei. Foi a minha primeira peça de faiança, e a pintura está meio falhada, além das linhas não terem ficado lá muito retas, mas adoro exatamente pelas imperfeições que tem! É única!

Aqui, seguem as imagens que serviram como inspirações, que encontrei na Internet, de outras pessoas que, como eu, amam canecas!

Vamos lá, quem sabe você se inspira ai e, durante a folga de carnaval faz a organização da sua coleção de canecas?

Vai ficar lindo, tenho certeza! 

domingo, 11 de setembro de 2016

Home Office novamente!

Fonte: http://hative.com
Mais uma ideia para Home Office: otimizando o espaço da mesa de trabalho.

Uma  'mesinha' de madeira, que o teclado se encaixa por baixo, quando não está em uso, organiza as miudezas da mesa, como clipes e lápis, além do celular...

A Ideia é do Blog Hative, e você pode conseguir um pedindo a um marceneiro para fazer para você um suporte igual.

domingo, 4 de setembro de 2016

Organizando coleções

Colecionar objetos é um hábito antigo das pessoas e também muito prazeroso. Neste post há algumas ideias de como integrar coleções à sua decoração para poder usufruir mais dela e, ao mesmo tempo, manter os objetos em ordem. Só que tem alguma coleção sabe a dificuldade de organizar todas as peças de forma a que fiquem sempre por perto, disponíveis e, ao mesmo tempo, protegidas. Sim, porque o colecionador não gosta de ver seus objetos preciosos se estragando.

Eu entendo BEM esse dilema! Poderia dizer que eu coleciono coleções!

Eu tenho coleção de elefantinhos, taças, chícaras, pratos, louças em miniaturas, castiçais, imagens de santos, colherinhas, misturadores de drinques, garrafas vazias, canecas, canetas de propaganda, caixas de fósforos... Enfim, várias! Os elefantinhos ficam todos reunidos numa pequena cristaleira que comprei exatamente para eles. Os misturadores de drinques e as caixinhas de fósforos ficam dentro de grandes vidros, na bancada do bar. As garrafas espalham-se pela sala de jantar e bar e os pratos quase revestem a parede maior da sala de jantar. As chícaras e taças alternam-se na cristaleira maior e os castiçais ocupam todo um aparador na sala de jantar, feito com o de pé de ferro da máquina de costura que era da minha bisavó, com um tampo de vidro temperado em cima.

Uma das que mais gosto é a coleção de colherinhas e talheres de prata. Comecei "por acaso" quando amigos me trouxeram de viagens umas colherinhas de prata, daquelas do tipo souvenir mesmo. Achei lindinhas! Eu usava todas para servir café mesmo aos amigos, mas quando atingi quase duas dúzias delas, a imensa maioria dadas por novos e novos amigos que reparavam que eu "colecionava", fiquei 'matutando' uma maneira de expor minha cleção sem que desse tanto trabalho de manter em ordem e limpo (Limpar, uma a uma, quase trinta colherinhas de prata consome certo tempo, né?), tive a ideia de organizar em caixas com vidros e fazer quadros delas. Estes quadros ficam no bar e todos adoram!

Fonte: http://www.casaejardim.globo.com
Procurando sobre o tema na Internet achei umas ideias bem interessantes para compartilhar.

No site da Casa & Jardim, essa foto expondo uma coleção de chapéus chamou minha atenção.

Arrumados em cabides sanfonados, encontrados em bazares e mesmo lojinhas de R$ 1,99, colocado verticalmente na parede, fica lindo e quase escultural, como diz o site, dando um charme especial ao hall de entrada da casa. Isso sem falar na praticidade de estarem à mão sempre que se quiser usar.


Fonte: http://receitinhasedicasdavovoro.blogspot.com
Para uma coleção de garrafas vazias (Viu? Não sou a única 'maluca' a gostar de garrafas vazias...) a ideia de colocar todas reunidas numa bela bandeja se mostra uma solução perfeita!

Gosto muito da "padronização"  feita com as rolhas de cortiça. Dá unidade ao visual, harmonizando as peças. Tem gente que recicla as garrafas, fazendo trabalhos manuais com elas.

Eu gosto mesmo é das garrafas "in natura", ou seja, gosto os vidros mesmo, das formas...

Fonte: http://www.decoeuracao.com
Também gostei muito da forma como esta coleção de máquinas fotográficas antigas foi disposta na parede, com molduras presas em volta, ressaltando as peças.

Eu preferiria proteger mais as máquinas, mas realmente o efeito visual é bonito e, se a pessoa manuseia sempre a coleção, é mais prático assim mesmo.


Fonte: http://roselirorstad.multiply.com
Esta é uma bem tradicional, aliás, duas: tanto a coleção, de apontadores de bronze, quanto a forma de organizar, em uma prateleira. Mesmo assim eu quis registrar, porque não é somente de odeias novas que a organização vive. Ideias consagradas não devem ser descartadas só por isso.

Aliás, prateleiras são grandes soluções para muitas coisas, em termos de organização.

domingo, 14 de agosto de 2016

Livros? Solução DIY!

Fonte: http://www.mueblenet.com
Um solução bem interessante para quem tem livros "demais" (sim, entre aspas, porque quem ama livros nunca acha que são demais...) é criar num aparador com uma prateleira e nichos instalados abaixo dela.

Os tamanhos variados dos nichos além de acomodarem os diversos tamanhos de livros, dão um "movimento" visual bem interessante ao aparador, que também pode ser instalado em corredores, aproveitando espaços. A largura dele vai depender de seus livros, mas, em geral, prateleiras e nichos com 20cm ou 25cm de profundidade acomodam bem os livros.

E o melhor é que você mesmo pode fazer esse aparador. Uma furadeira, buchas e módulos e prateleira comprados nas lojas como Leroy Merlin, C&C, Telhanorte, ou outra das megastore de materiais de construção e coisas para casa. Não são muito caros e a instalação não é difícil.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Aproveite os cantos

O espaço tá faltando e as coisas precisam ser arrumadas? Dando uma olhada no Pinterest, pesquisando por "cantos" encontrei essas boas ideias.

Prateleiras podem aproveitar aquele esquecido espaço de circulação e transformar em um canto especial. Se for na entrada de casa ainda ajudam com os objetos do dia a dia, que nunca podemos esquecer de levar, ao sair, como celular, chaves e óculos.





Fontes:

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Jardim divertido.

Fonte: Pinterest.
Bolinhas de golf ou ping pong, pintadas como joaninhas, decoram o jardim.

A ideia também pode ser feita com pedras, do tipo seixo de rio, pintadas.

Uma graça, as joaninhas são alegres e dão um charme extra ao jardim e aos vasos.

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Ideia fofa na cozinha.

Fonte: Pinterest.

Olha que ideia mais fofa para organizar a cozinha!

Pendure cestos em ganhos e organize a bagunça, mesmo as frutas e legumes, com charme extra!


quarta-feira, 11 de maio de 2016

Coleções: óculos!

Fonte: http://www.divianarts.com
Eu amo óculos!

Além de amar, eu PRECISO deles! :-D

Explico: eu uso óculos para dirigir, e para ler. São graus diferentes, de problemas diferentes...

Além disso, eu adoro óculos de sol!

Ai, em geral, eu tenho sempre comigo 2 deles: um de leitura e um de sol e, no carro, ficam os destinados à dirigir.

Acontece que eu gosto de combinar meus óculos com as minhas roupas, estilos e mesmo 'estado de espírito' do dia, o que faz com que eu tenha, aproximadamente, uns 30 pares de óculos "em uso".

Se você, como eu, está enfrentando dificuldades para organizar tantos óculos, essa ideia pode ser bem útil: uma moldura (que pode ser reaproveitada de algum quadro que você não goste mais), grampeador, fitas e... "voilá": um porta óculos bacana para deixar suas peças sempre à mão, e facilitar as coisas no dia a dia corrido que todos temos.

Fiz um hoje para mim, depois comento se funciona bem, ok?

sábado, 7 de maio de 2016

Pouco espaço no banheiro?

Fonte: http://www.woohome.com
Aramados podem ajudar!

Kits como este, de aramados inox, podem ser grandes aliados na hora de aproveitar espaços desperdiçados no banheiro.

Uma grande sacada quando se tem pouco espaço e é preciso organizar as coisas para otimizar.

Ocupando o espaço perdido acima da caixa acoplada do vaso sanitário, organizam-se itens de higiene, revistas, rolos extras de papel e até um pequeno vasinho de flores, que dá um toque de charme ao banheiro ou lavabo.

Uma ideia simples, e de grande eficiência na "luta contra a bagunça".

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Dia a dia mais organizado...

Fonte: http://www.midwestliving.com

Bandejas e pratos de bolo são, em geral, difíceis de guardar.

Como são peças grandes, e ocupam muito espaço, acabam ficando "soltas" pela casa, e causam impressão de desordem.

Essa ideia, bem simples, pode ajudar a pôr ordem nas coisas.

Instale divisórias num armário, como essas, feitas com canos próprios de cortinas, com extensores, fazendo como nichos, para organizar os pratos e bandejas.

Na hora de usar, vai ser bem mais fácil de achar, garanto!

domingo, 1 de maio de 2016

Garrafas!

Fonte: http://classificados.folha.uol.com.br
E o frio, enfim, chegou!

E com ele, a temporada de fondues, comidinhas quentes e... vinho!

Para ter seus preferidos sempre à mão, olha que ideia mais linda: uma mesinha-garrafeira!

Muito útil quando se tem pouco espaço, e mantém os vinhos por perto, o que é sempre uma boa ideia! :-D

A linha "Alice em Oz", da Marcenaria São Benedito, inspirada no livro Alice no País das Maravilhas, conta com peças como essa mesinha com adega "Oz", e ainda a cômoda "Hora do Chá".

domingo, 24 de abril de 2016

Home Office: Trabalhar em casa

Feriado acabando e você ai pensando na semana de trabalho que começa a amanhã?

Correria, trânsito, colegas chatos... Tudo volta ao "normal" e... No fundo o que você queria mesmo era... Trabalhar em casa?

Então... Vem ver ideias ótimas de Home Office!

A ideia não é nada nova, nem mesmo original. Mas sim uma tendência mundial que vem ganhando mais adeptos a cada dia. E não estou falando dessas "oportunidades maravilhosas de trabalhar em casa", que vemos por ai que, em geral, são grande 'arapucas'; nem de coisas ilegais. Mas sim de trabalho sério e bem feito.

Há duas formas de trabalho nessa modalidade: sendo autônomo (ou Freelancer, que é o termo inglês para denominar o profissional autônomo, que se autoemprega em diferentes empresas ou, ainda, guia seus trabalhos por projetos, captando e atendendo seus clientes de forma independente) ou como empregado de uma empresa.

Sabia que expressão freelancer - literalmente traduzida como "lanceiro livre" – deriva dos cavaleiros medievais mercenários, que se colocavam a serviço dos nobres que lhes pagassem mais para guerrear? (Wikipédia). A primeira vez que foi usada foi no livro "Ivanhoé", de Sir Walter Scott, em 1819, no trecho:
"I offered Richard the service of my Free Lances, and he refused them — I will lead them to Hull, seize on shipping, and embark for Flanders; thanks to the bustling times, a man of action will always find employment."
No primeiro caso para trabalhar como freelancer é preciso ter, além da vontade, certo perfil empreendedor. Não é preciso ter uma empresa aberta para trabalhar como autônomo, você pode cumprir as exigências legais, com impostos etc., com recibos RPA, mas se seu objetivo é abrir um negócio, vale a pena dar uma conferida no site do SEBRAE.

No segundo caso é necessário buscar um emprego em uma empresa que permita este tipo de modalidade. E, não, não é difícil. Por sinal, é mais fácil do que se pensa! Muitas e boas empresas já compreendem que esta forma de trabalho é possível e lucrativa, para ambas as partes.

Trabalhar em casa requer muita disciplina.

Sim, auto disciplina.

Não vai haver chefe te controlando (Ok, alguns dispositivos virtuais podem servir de controle, se o chefe assim quiser, mas isso é outro assunto. Administração vai bem além de controle de pessoal, não acha?), nem vai haver a quem enrolar, a não ser a você mesmo. Se você é do tipo “movido a esporro” pode não se adaptar a não ter esse, digamos, “estímulo”. Mas, se você é uma pessoal organizada e responsável, que faz seu trabalho corretamente, cumpre seus prazos e atinge suas metas com relativa facilidade, só tem a ganhar com o Home Office!

Olha só os benefícios:

Trânsito? Necas! Você acorda, toma seu café e senta-se confortavelmente em seu escritório em menos tempo que levaria no trânsito. E isso sem nem contar os congestionamentos e contratempos...

Fonte: http://www.marciafialho.com.br
Café? Você faz, fresquinho, em sua própria cozinha/cafeteira "gourmet", se preferir, e quando tiver vontade. Ah, você prefere chá? Ok, ok... Idem. E pode até colher as ervas frescas na sua própria horta, se assim desejar...

E vai tomar, ambos, na sua caneca preferida, da forma preferida, do modo preferido (Com ou sem açúcar, com seu adoçante preferido etc., etc., etc.) sem ter que implorar nadinha para a "mocinha do café" ou "se estapear" com a máquina de café que nunca tem o que você realmente queria. Sem falar em dar uma esticada no sofá, prá variar, ou trabalhar na varanda (se você tem uma) num dia quente.

Fonte: http://www.dinheirobr.com
As refeições? Fala sério... A melhor parte de se trabalhar em casa é poder fazer as refeições no melhor lugar do mundo: sua própria casa.

E se você não sabe cozinhar, não gosta ou prefere comer em restaurantes? Bolas, não muda nada... Vá até um e coma, uai!

Mas separe um tempo para as refeições, de modo correto. Um cafezinho do lado do micro, ok, mas comer em cima do computador não é uma boa ideia. Além do risco de migalhas e acidentes com copos ser grande, dar um tempo no trabalho é importante e as refeições idem.

Você está buscando qualidade de vida, lembra?



Fonte: http://www.bananacraft.com
Seu material de escritório poderá ser exatamente o que você gosta, sem ter que dividir com ninguém! Isso é genial! Pensa só: quantas vezes sua caneta bacanérrima-laranja-fluorescente, sumiu de sua mesa no escritório, porque algum “espertinho” também achou a tal caneta bacana? Hum? E bloquinhos de recados, que nunca estão onde deveriam, porque ALGUÉM usou e não devolveu? Removedor de grampos? Grampeador? Clipes? Tudo seu, no lugar onde você deixou, prontinhos para serem usados! Papel na impressora, cartuchos idem...

É lógico que essas coisas não irão sozinhas da loja para os lugares delas em seu escritório e, assim, é preciso, mesmo essencial, haver planejamento e organização com a compra dos suprimentos, mas isso você já não tem que fazer na empresa, preenchendo formulários e solicitações?.

É certo que a maioria das empresas ainda aposta no "formatão" convencional para seus empregados, como certa universidade onde trabalhei com EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, aonde eu tinha que ir, de onde moro até a sede da empresa, para sentar na frente de um computador pior que o meu computador pessoal, com uma conexão pior que a minha conexão banda larga doméstica e... trabalhar na Internet!

Faz sentido? Nenhum, né? Pois é... Mas cheguei a passar mais de 6 horas “em trânsito”, em algumas épocas, como véspera de feriados e fim de ano... Tempo esse que, sem dúvida, poderia ser bem melhor aproveitado por mim em lazer e até mesmo trabalhando, caramba!

Mas, mesmo essas empresas “burrinhas”, se fizerem a conta “na ponta do lápis” verão que produtividade (e, consequentemente, seu lucro) aumenta quando o empregado está mais confortável e feliz. E isso, em todos os sentidos! Sem falar na redução de custos, né? Se trabalho com meu equipamento (computador e impressora, por exemplo) a manutenção destes é por minha conta, não da empresa. O mesmo em relação aos custos fixos de telefonia, conexão de Internet, luz, água, material de limpeza... Ou seja, antes de negar aos seus colaboradores a oportunidade do trabalho em Home Office, faz a conta ai, e vê, senhor empresário "sabixão"!

Algumas dicas para se ter um Home Office eficiente:

Fonte: http://www.ideiasdeprojetos.com.br
Reserve um lugar específico para trabalhar. Pode ser um dos quartos na casa, se houver espaço, ou ao menos uma mesa, uma escrivaninha, ou mesmo um armário adaptado. Mas não transforme seu quarto de dormir em um escritório. Mesmo em lugares com pouco espaço é importante é ter um “canto” reservado para isso.

Respeitar os espaços pessoais e de trabalho, para não haver confusão, é essencial e, dentro do seu quarto, a divisão entre vida pessoal e profissional vai ficar ainda mais difícil de ser conseguida.

Se você recebe clientes em casa é essencial haver espaço arrumado para isso. Um sofá pequeno no escritório, ou somente mais uma cadeira livre são suficientes. Não há nada demais em, eventualmente, usar a mesa de jantar para uma reunião de trabalho, porém cada coisa em seu tempo. Nada de dar o almoço das crianças enquanto atende o cliente, tudo na mesma mesa. Não é nada profissional e é bem anti higiênico, inclusive!

Fonte: http://www.ideiasdeprojetos.com.br
Tenha horários definidos claros, estipulados por você mesmo, sim, mas os cumpra rigorosamente. Trabalhar em casa não é sinônimo de fazer as coisas “quando der vontade”. Por sinal este é o melhor caminho para “se perder”.

Se você divide os espaços da casa com mais outras pessoas durante o tempo destinado ao trabalho (empregados domésticos, cônjuges, filhos, amigos etc.) é muito importante que todas as pessoas saibam claramente que você está em horário de trabalho. Não há nada menos produtivo que ser interrompido a todo instante pela empregada perguntando "N" coisas da casa, ou por filhos brigando, ou, ainda, vizinhos que vem "falar um oi". Você está em casa, sim, mas está trabalhando, não está desocupado. Trabalhar em casa não obriga ninguém a ficar 24 horas por dia disponível. Faça seu horário de trabalho e tenha disciplina. Trabalhando em casa é muito fácil engatar um ritmo de trabalho 24/7/365. E isso não é nada bom! Nem produtivo!

Fonte: http://casadokct.blogspot.com
Ok, a tentação de trabalhar de camiseta velha e pantufas é enorme, eu sei, ainda mais nos dias frios, mas não é porque está em casa que é sinônimo de bagunça-geral, né?

Roupas confortáveis não precisam ser esburacadas e velhas e você não precisa estar descabelado(a).

Cuide de sua aparência como cuidaria para trabalhar "fora", principalmente se recebe clientes em casa.

Tenha e-mails diferentes para trabalho e assuntos pessoais. Se você trabalhar para um empresa isso acontece quase automaticamente, mas se você é autônomo, juntar tudo num mesmo e-mail por fazer com que as coisas fiquem confusas.

O mesmo procedimento seria interessante quanto ao telefone. Ter um número separado pessoal e outro profissional. Mesmo que ambos sejam celulares. Um chip pré-pago não custa tanto assim e você vai escolher a quem dar seus números de contato, de acordo com sua conveniência.

Agora, a melhor parte: o fim do expediente! Você simplesmente se levanta da cadeira e pronto, acabou o trabalho do dia. Nada de ônibus cheio, trânsito, nada de papo vazio de horário de saída, nada de Happy Hour “por obrigação”. Você marcará os Happy Hour que desejar, que serão realmente úteis para seus interesses e networking, se esse for o objetivo. Ou terá mais tempo para estar com seus amigos, ou com a família, mais tempo para fazer exercícios, ler, cuidar de suas coisas pessoais, de sua casa..

Trabalho, já há alguns anos, no formato Home Office e estou muito feliz assim!

Sites para visitar, especializados, onde você encontrará mais informações:
  • Go Home - Blog temático sobre Home Office com milhares de dicas bacanas e artigos interessantes.
  • Fala Freela - Série de PodCasts sobre o trabalho FreeLancer
  • PEGN - 14 dicas fundamentais para quem tem um negócio em casa.
  • Trabalho em casa: como encontrar um emprego e escapar das armadilhas.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Antes & Depois

Um pouco de cor e tudo se transforma!
Eu adoro "passear" na Internet por sites de Faça-você-mesma, em especial os que têm postagens sobre reaproveitamentos, do tipo "Antes & Depois".

O povo solta a criatividade e dá dicas ótimas!

Sem falar na economia de reusar coisas que iriam pro lixo, ganhando, de quebra, uma peça exclusiva.

Sou adepta da prática e sempre que vejo uma peça que tem potencial para intervenções minha imaginação voa!

Modernize móveis só com pintura.
Não posso ver uma gaveta, uma cadeira velha, uma "tralha" numa caçamba na rua que eu paro e recolho! :-D

Minha mesa da cozinha eu recolhi da rua e reciclei, e várias outras peças aqui em casa.

Uma seleção de ideias, no post de hoje, vão ajudar a você olhar para as possibilidades. Quem sabe você tem ai um tesouro e nem se deu conta? Algumas deles podem ser feitas em um dia, ou dois... Aproveita o feriado e...

Mãos à obra!



E, que tal um toque de "glamour", com dourado nas pernocas dos banquinhos do bar?

 Cadeiras de escritório são sempre sem graça, né? Você pode resolver isso, só com tecido!









E se a ideia é mudar mesmo, que tal transformar pequenos móveis em brinquedos para as crianças? Pincéis, tintas e disposição é tudo que você precisa!